29 de mai de 2011

Encontro de Opalas de Portão 29/05/2011




Advanced Driving School

Três ex-alunos do CTA: Ederson ,Viviane e Márcio e o auxiliar de ensino Jr, auxiliaram no curso de pilotagem promovido pela concessionária Volvo Eurobike em conjunto com a equipe MC Tubarão no Velopark neste final de semana.
















A Rainha da Inglaterra já atuou como mecânica automotiva

Achou que o título do post é algum tipo de piada, mas não é. Isso de fato aconteceu quando a Rainha Elizabeth II, na ocasião ainda princesa Elizabeth, serviu as Forças Armadas Britânicas na Segunda Guerra Mundial.

A futura rainha, na época com 18 anos, foi a primeira mulher, membro da Família Real Britânica a servir o exército, prática comuns aos homens da realeza. Ela atuou no Serviço Territorial Auxiliar Feminino como motorista de caminhões e mecânica de veículos mititares com o número 230873 e foi Second Subaltern, chegando a ser indicada para Junior Commander. 

Se não tivessem fotos, como as postadas abaixo, e não fosse público e notório, seria difícil de acreditar.































Ex-alunas do Automotivo visitam o curso e falam sobre a atuação das mulheres na área


Que as mulheres estão cada vez mais ocupando espaços em profissões que antes eram exclusivas dos homens, não é novidade. No Curso Técnico Automotivo da Liberato não poderia ser diferente. Tá certo que as meninas ainda são raras em nosso quadro discente, mas, desde o início do curso, se fizeram presentes, conquistando respeito entre os profissionais da área e se colocando no mercado de forma destacada pela sensibilidade.
É o caso da vendedora da Florauto Eliane Puhl, 26 anos, e da garantista da Sulbra Renault Viviane Carlos Justin, 25 anos. As meninas estão satisfeitas por terem concluído o Curso Automotivo e afirmam que o fato de serem técnicas na área foi fundamental para suas conquistas profissionais. 
Eliane diz que ser mulher não atrapalha em nada sua carreira, muitas vezes até é um diferencial positivo, pois o cuidado e a delicadeza, características inatas do sexo feminino, causam uma boa impressão aos clientes. “As mulheres são bem detalhistas, isso ajuda com os clientes, eles gostam que cuidem dos carros deles como se fossem eles mesmo cuidando”, afirma ela.
Já Viviane conta como conquistou em pouco tempo um bom cargo dentro da empresa onde trabalha. Ela começou como auxiliar mecânica, quando ainda não havia se formado, depois passou para mecânica automotiva e hoje foi promovida a garantista, cargo que exige responsabilidade e conhecimento técnico aprimorado. Para ela, a única dificuldade está na discriminação que ainda percebe por parte de alguns homens: “hoje vejo as mulheres com mais chances no mercado de trabalho, mas a gente tem que fazer sempre mais para poder se igualar aos homens, porque ainda tem um certo preconceito na área”, lamenta. 
Ano após anos estamos vendo que o que define o bom profissional não é o gênero e sim a competência, habilidade e capacidade. Então, nossas colegas estão de parabéns por terem demonstrado isso em sua vida profissional e por levarem a bandeira do CTA em seus currículos, corações e mentes. 

Exposição de carros antigos é a principal atração da 2ª Mostra Automotiva do Liberato

O Curso Técnico Automotivo promove no dia 7 de junho, das 18h às 22h30, a 2ª Mostra Automotiva Liberato. O evento faz parte das comemorações dos 8 anos do curso e ocorre no espaço coberto, entre os dois prédios da instituição. Este ano o destaque fica por conta da exposição de carros antigos.  A escolha do tema revela não só a nostalgia do público pela beleza dos automóveis antigos, mas também porque nesse mercado há uma necessidade de mão de obra especializada.

“É importante para formação de nossos alunos, já que os automóveis antigos precisam de manutenção especializada ao contrário dos novos. Muitas vezes são necessárias fabricar peças que não são mais encontradas no mercado. A mão de obra técnica tem que ser altamente especializada, o que geralmente os cursos de montadoras e consessionárias não oferecem, pois se preocupam apenas com os caros que estão em produção no momento”, diz o professor e coordenador do Curso Automotivo Solimar Mario Miranda Fonseca.

Foram convidados para exposição alguns colecionadores e clubes de carros antigos de Novo Hamburgo e região, além de alunos, pais, professores e comunidade em geral. O município é conhecido pela alta incidência de “antigomobilistas”, como são conhecidos os proprietários das raridades, o que pode ser constatado pelo número de eventos que se realizam na cidade anualmente.

O Curso Técnico Automotivo, evidencia com essa iniciativa que promove uma formação Técnica Automobilística completa. Além das diversos conhecimentos técnicos-tecnológicos atuais, ainda prepara o profissional para pensar sobre problemas que exigem diagnósticos, estratégias, conhecimento e criatividade que levam a mecânica de automóveis muito além da mera substituição de peças com defeito. 

Criado inicialmente como extensão do Curso de Mecânica Industrial, o Técnico Automotivo passou a ser curso com identidade própria em 7 de junho de 2003. De lá para cá tem formado muitos dos profissionais que atuam hoje no mercado, tanto em concessionárias, mecânicas multimarcas ou como empreendedores. Há ainda muitos do ex-alunos que ingressam nos cursos de engenharia em especial na área mecânica, pois os conhecimentos adquiridos no curso certamente serão um diferencial para esses futuros engenheiros. Ao final do curso o profissional pode filiar-se ao CREA e atuar nas mais diversas áreas automotivas. 

Comercial do Peugeot 206

Essa propaganda do Peugeot 206 fez muito sucesso na época de sua veiculação na TV. É um grande exemplo de criatividade, tanto do sujeito que queria ter um Peugeot, quando do publicitário que bolou o comercial. Observem a "pose" do cara quando chega na festa com os amigos.

25 de mai de 2011

Mais uma Lenda Urbana, mas esta na área automotiva

 Não sabemos se o texto que segue  é real ou fictício, pois é mais uma daquelas belas histórias que correm na internet. O importante não é saber se de fato isso aconteceu, mas a poética da declaração do candidato, que diante de toda pressão do mundo atual, soube driblar a dificuldade da situação e com muita criatividade, responder o que muitos gostariam de dizer nessas horas e se sentem impotentes. No mínimo, sua ousadia e bom humor traz uma espécie de esperança libertadora que nos mantém firmes em nossos objetivos.

REDAÇÃO DO CONCURSO NA VOLKSWAGEN


No processo de seleção da Volkswagen do Brasil, os
candidatos deveriam  responder a seguinte pergunta: 'Você tem
experiência'?


A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos.
Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele
com certeza será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e
acima de tudo por sua alma.




REDAÇÃO VENCEDORA:




Já fiz cosquinha na minha irmã pra ela parar de chorar,
Já me queimei brincando com vela. Eu já fiz bola de
chiclete e melequei todo o rosto,
Já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora.
Já passei trote por telefone.
Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo. Já confundi Sentimentos.
Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro,
Já me cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo
música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que
essas são as mais difíceis de se esquecer.
Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas,
Já subi em árvore pra roubar fruta. Já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas,
Já escrevi no muro da escola,
Já chorei sentado no chão do banheiro,
Já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.
Já corri pra não deixar alguém chorando.
Já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado,
Já me joguei na piscina sem vontade de voltar,
Já bebi uísque até sentir dormente os meus lábios,
Já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso,
Já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o
sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, Já gritei de felicidade,
Já roubei rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre
era um 'para sempre' pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol.
Já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo
chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão. Foram tantas
coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados
num baú, chamado coração.
E agora um formulário me interroga, me encosta na parede
e grita: 'Qual sua experiência?'. Essa pergunta ecoa no meu cérebro:
experiência...experiência...
Será que ser 'plantador de
sorrisos' é uma boa experiência?
Sonhos!!! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!
Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem
formulou esta pergunta:
Experiência? 'Quem a tem, se a todo o momento tudo se renova?

Ex-aluno do Design da Liberato é finalista no Concurso Ka parade


















Prezado(a)s Aluno(a)s e Servidores do CTA:

Encaminho a mensagem, do nosso ex-aluno Douglas Austria, do Curso Técnico de Design, no qual ele solicita o apoio dos alunos e servidores do Curso Técnico Automotivo na votação de sua arte para o Concurso Ka Parade.


Oi, meu nome é Douglas Austria, sou ex aluno e formando de Design da Liberato e gostaria do apoio de todos vocês pois sou finalista no concurso Ka Parade, que escolhe a melhor arte estampada num ford ka.
A arte mais votada ganha um ford ka "0" km.
Gostaria da ajuda de todos vocês para que rapassasem este e-mail para toda a direção da liberato, professores, etc, para que votassem no meu desenho, se puderem votem todos os dias!
Segue link para a votação:
http://www.ribeirojung.com.br/kaparade/wp-content/themes/kaParade/block_template.php
Procurem pelo meu nome para votar: Douglas da Silva Schultz Austria
Desde ja agradeço!
Abraço!

Douglas Austria
douglas.austria@gmail.com


Desde já, agradeço a colaboração de todos os alunos e servidores do CTA.
Att.


Solimar Mário Miranda Fonseca
Coordenador Administrativo do Curso Técnico Automotivo
Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha
Rua Inconfidentes, 395
Bairro Primavera
Novo Hamburgo - RS
CEP: 93.340-140
Telefone: (51) 3584-2019
Fax: (51) 3584-2008
Site: http://www.automotivoliberato.blogspot.com/

6 de mai de 2011

Chamada para Mostra Automotiva do Liberato 2011
















Em comemoração ao 8º aniversário do Curso Técnico Automotivo, o Coordenador Professor Solimar Mario Miranda Fonseca convida os alunos e comunidade a participar da Mostra Automotiva 2011.

O evento se realizará no dia 07 de junho das 18h às 22h30 no espaço coberto que fica entre os dois prédios da Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha.

Haverá exposição de automóveis antigos no local. Os interessados a participar como expositores, favor entrar em contato com a coordenação do curso ou mandar email para:
automotivo.liberato@gmail.com

Dia do Pau-Brasil: nossa árvore nacional


















No dia 3 de Maio se comemora o dia da árvore que originou o nome do nosso país: o pau-brasil. Pertencente à espécie Caesalpinia echinata lam (espinhos) essa é uma árvore leguminosa, nativa da Mata Atlântica do Brasil e que é considerada um ícone e uma herança da nossa época colonial.
Alcançando até 15 metros de altura, seu tronco é reto, com casca da cor cinza-escuro e coberto de acúleos (espécie de pelo enrijecido para proteger a superfície da planta, sobretudo o caule). Suas folhas são bipenadas (como se fossem penas), de coloração verde brilhante. As flores possuem quatro pétalas amarelas e uma menor vermelha, todas muito aromáticas. A floração ocorre do final do mês de setembro até meados de outubro. Os frutos, que são bastante apetitosos para os pássaros, são cobertos por longos e afiados espinhos que os protegem desses animais. Sua maturação ocorre entre os meses de novembro e janeiro e neles há de uma a cinco sementes de cor marrom.
Segundo alguns historiadores, o pau-brasil foi a primeira atividade econômica dos colonos portugueses quando recém chegaram à Terra de Santa Cruz (nome dado ao Brasil logo após seu descobrimento), no século XVI. A árvore possui uma essência corante em sua madeira que servia como tintura em manufaturas de tecidos de alto luxo da corte portuguesa. 
De coloração avermelhada, essa resina era utilizada pela indústria têxtil europeia como uma alternativa aos corantes de origem terrosa, dando assim aos tecidos uma cor de qualidade superior. Antes disso, Portugal adquiria esta mesma substância, com os mesmos fins, de uma árvore asiática cujo nome era Brazil. Por ela ser bastante escassa, os portugueses se encantaram com a abundância do pau-brasil e, em poucos anos, o tornaram alvo de muita exploração, lucro, comércio e contrabando. 


















Utilizado na época também pela marcenaria (até os dias de hoje, em confecção de arcos para violino e móveis finos) e pelos índios (na produção de seus arcos e flechas e na pintura de enfeites), criou-se uma demanda enorme desta árvore no mercado, resultando em uma rápida e devastadora "caça" ao pau-brasil nas matas brasileiras. Em pouco menos de um século, já não havia mais árvores suficientes para suprir a demanda, e a atividade econômica foi deixada de lado. 
O fim da caça ao pau-brasil não livrou a espécie do perigo de extinção. As atividades econômicas subsequentes, como o cultivo da cana-de-açúcar e do café, além do crescimento populacional, estiveram aliadas ao desmatamento da faixa litorânea, o que restringiu drasticamente o habitat natural desta espécie. 
Para que esta árvore, tão importante para a nossa história, não se torne desconhecida, o Jardim Botânico de São Paulo implantou, em 1979, um “bosque de pau-brasil”, na intenção de preservá-lo para que mais brasileiros conheçam esta espécie. Porém, é no município de Pernambucano, São Lourenço da Mata, que existe a maior reserva nativa da espécie. Denominada Tapacurá, ela possui aproximadamente 100 mil pés de pau-brasil.
Por ser considerada incorruptível – já que não apodrece e nem pode ser atacada por inseto -, atualmente, a madeira do pau-brasil pode ser, talvez, a mais valiosa do mundo. Para lembrar a sua importância, em 1924, Oswald de Andrade fez um manifesto sobre a nova poesia brasileira, intitulado "Manifesto da Poesia Pau-Brasil".

3 de mai de 2011

Acindentes Incríveis na NHRA

Para quem acha que vida de piloto é moleza, dá uma olhada no vídeo dos mais incríveis acidentes da Nacional Hot Rods Association - a associação responsável pelas arrancadas nos EUA.

O esporte, conhecido como 1/4 de milha (402 metros), é muito apreciado pelos norte americanos, tanto que lá tem muitas pistas, até em cidadezinha do interior. A arrancada está para eles como o futebol está para nós brasileiros.