29 de mai de 2011

Ex-alunas do Automotivo visitam o curso e falam sobre a atuação das mulheres na área


Que as mulheres estão cada vez mais ocupando espaços em profissões que antes eram exclusivas dos homens, não é novidade. No Curso Técnico Automotivo da Liberato não poderia ser diferente. Tá certo que as meninas ainda são raras em nosso quadro discente, mas, desde o início do curso, se fizeram presentes, conquistando respeito entre os profissionais da área e se colocando no mercado de forma destacada pela sensibilidade.
É o caso da vendedora da Florauto Eliane Puhl, 26 anos, e da garantista da Sulbra Renault Viviane Carlos Justin, 25 anos. As meninas estão satisfeitas por terem concluído o Curso Automotivo e afirmam que o fato de serem técnicas na área foi fundamental para suas conquistas profissionais. 
Eliane diz que ser mulher não atrapalha em nada sua carreira, muitas vezes até é um diferencial positivo, pois o cuidado e a delicadeza, características inatas do sexo feminino, causam uma boa impressão aos clientes. “As mulheres são bem detalhistas, isso ajuda com os clientes, eles gostam que cuidem dos carros deles como se fossem eles mesmo cuidando”, afirma ela.
Já Viviane conta como conquistou em pouco tempo um bom cargo dentro da empresa onde trabalha. Ela começou como auxiliar mecânica, quando ainda não havia se formado, depois passou para mecânica automotiva e hoje foi promovida a garantista, cargo que exige responsabilidade e conhecimento técnico aprimorado. Para ela, a única dificuldade está na discriminação que ainda percebe por parte de alguns homens: “hoje vejo as mulheres com mais chances no mercado de trabalho, mas a gente tem que fazer sempre mais para poder se igualar aos homens, porque ainda tem um certo preconceito na área”, lamenta. 
Ano após anos estamos vendo que o que define o bom profissional não é o gênero e sim a competência, habilidade e capacidade. Então, nossas colegas estão de parabéns por terem demonstrado isso em sua vida profissional e por levarem a bandeira do CTA em seus currículos, corações e mentes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário